Política / Paraná 23 de outubro de 2019 10h25

TRE rejeita ação de Cida Borghetti contra Ratinho Jr por abuso de poder econômico

Na ação a coligação de Cida Borghetti acusou a campanha do governador de abuso de poder econômico e realização showmícios...

Cida Borghetti: tribunal considerou que não ficou caracterizada a realização de showmício na campanha de Ratinho Jr (Foto: Jonas Oliveira/AENPr)
Cida Borghetti: tribunal considerou que não ficou caracterizada a realização de showmício na campanha de Ratinho Jr (Foto: Jonas Oliveira/AENPr)

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE/PR) encerrou ontem (22) o julgamento da ação de investigação judicial eleitoral proposta pela ex-governadora Cida Borghetti (PP) contra o então candidato Ratinho Júnior, além de seu pai, Carlos Massa, o Ratinho. Na ação a coligação de Cida Borghetti acusou a campanha do governador de abuso de poder econômico e realização showmícios, ocorrido por meio da utilização das emissoras de rádio e TV da Rede Massa.

Segundo a defesa do governador, o TRE entendeu que não houve abuso, afirmando, também, que não restou caracterizada a realização de showmício nas localidades, conforme voto do relator, desembargadcor Tito Campos de Paula.

Também foi julgada a ação de impugnação de mandato eletivo proposta pelo MDB do ex-deputado e ex-candidato ao governo João Arruda, que, por conter as mesmas acusações feitas pela ex-governador, foi julgada igualmente improcedente. Segundo os advogados de Ratinho Jr, essas eram as últimas ações propostas contra a eleição do governador ainda em trâmite na justiça eleitoral do Paraná.

Com informações: Bem Paraná .

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.