Policial / Guaíra 13 de abril de 2021 08h16

PRF prende pai e filho transportando quase meia tonelada de maconha em Guaíra

Policiais rodoviários federais abordaram um motorista paraguaio, que conduzia um caminhão na BR-272, em Guaíra...

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deteve pai e filho com 491 quilos de maconha em Guaíra (PR), na tarde desta segunda (12).

Policiais rodoviários federais abordaram um motorista paraguaio, que conduzia um caminhão na BR-272, em Guaíra.

Enquanto os polícias verificavam o caminhão abordado, perceberam outro caminhão parado. Em vistoria neste, foram informados pelo caminhoneiro de que ele se tratava do pai do outro motorista, que já estava sendo fiscalizado.

Os dois estavam carregando arroz, do Paraguai até Divinópolis (MG), tendo sido apresentada a nota fiscal da carga.

Mas, diante do nervosismo dos caminhoneiros, a equipe elevou o nível da vistoria e percebeu um compartimento preparado nos dois semirreboques, que exalava odor característico ao da maconha.

Diante da suspeita, os caminhões foram conduzidos até um local para realizar a descarga do cereal.

Com a ajuda de ferramentas, os polícias conseguiram ter acesso ao compartimento, localizando e apreendendo 491 quilos de maconha, que estava disposta em diversos tabletes.

Pai e filho disseram que não sabiam da existência da droga nos caminhões.

Os dois foram detidos e conduzidos para a Polícia Federal em Guaíra para o registro do crime de tráfico de drogas, com a agravante da transnacionalidade do crime.

Com informações: Assessoria.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.