Trânsito / Paraná 10 de fevereiro de 2020 17h05

Mulher se joga de viaduto para escapar de trem na Serra do Mar

Ele e mais um grupo de 15 pessoas faziam uma caminhada na Serra do Mar e no momento andavam sobre os trilhos no viaduto do Carvalho...

(Foto: Reprodução/Facebook/Cosmo)
(Foto: Reprodução/Facebook/Cosmo)

Uma ocorrência no final da tarde de sábado (8) mobilizou bombeiros e um grupo de resgate na Serra do Mar, no Paraná. Uma mulher de 24 anos se atirou de um viaduto para não ser atropelada por um trem. Ele e mais um grupo de 15 pessoas faziam uma caminhada na Serra do Mar e no momento andavam sobre os trilhos no viaduto do Carvalho.

"Ela estava caminhando sobre os trilhos e ao avistar o trem, para não ser atropelada, decidiu que a única saída seria se atirar para baixo. Alguns integrantes do grupo que estavam com ela conseguiram se jogar para um platô na lateral do trilho enquanto os demais conseguiram se refugiar onde dava. O grupo estava em 15 pessoas, tinham iniciado a caminhada por volta das 7 horas da manhã e vinham descendo pela trilha do Itupava via trilho. Lembrando que é extremamente proibido caminhar pelos trilhos", diz uma postagem do Corpo de Socorro em Montanha (Cosmo), que atua no resgate na Serra do Mar.

Alertados sobre a ocorrência, quatro voluntários do Cosmo se dirigiram para o local com o auto de linha para dar o primeiro auxílio enquanto os bombeiros de Morretes subiam para o Marumbi para dar apoio ao resgate. No local da queda, além de alguns amigos, o pai e o tio também já se encontravam com ela.

"Chegando ao local, dois resgatistas desceram os 30 metros até o local onde se encontrava a vítima, que havia caído sobre os escombros de alguns dormentes e às fundações do viaduto. Um foi baixado com a maca até a vítima enquanto o outro acessou por técnica de rapel , iniciando imediatamente a imobilização da mesma. A vítima apesar de estar consciente, se encontrava muito machucada. Conforme relato de um dos resgatistas que acessaram a vítima, ela se encontrava com um corte profundo no couro cabeludo de dez centímetros, dois cortes na lateral direita da boca e um no lábio, todos profundos, gengiva e dentes também foram severamente feridos, pulso direito com provável fratura fechada. Às 20 horas, dois bombeiros vindos de Morretes  chegaram ao local para dar apoio no resgate", continua o realto do Cosmo na sua página no Facebook.

A vítima precisou ser içada juntamente com um resgatista acompanhando-a na maca, por volta das 21 horas a maca alcançou o trilho onde o resto da equipe prestava o apoio. Posteriormente foi colocada no auto de linha e deslocada até o hospital de Morretes.

O Cosmo lembra que é extremamente perigoso caminhar sobre os trilho, inclusive ao longo do caminho existe várias placas de advertência. Infelizmente este tipo de acidente já estava previsto, visto que tem aumentado muito o número de turistas que insistem em caminhar pelos trilhos. Somente no ano de 2019, o COSMO atendeu 33 ocorrências, sendo 8 de alta gravidade e destas 8, 4 delas foram de visitantes que faziam a trilha do Itupava pelo trilho. 

Com informações: Bem Paraná.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.