Agricultura / Brasil 27 de junho de 2019 14h52

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL NA ANÁLISE DE SOLOS

Apesar de não substituir uma análise laboratorial completa, a inteligência artificial contida no AgroPad permite traçar um primeiro perfil da qualidade do solo...

A agricultura depende de luz e água para existir e prosperar. Isso porque todas as culturas agrícolas realizam fotossíntese e precisam ser hidratadas para sobreviver e gerar folhas, frutos e grãos. Depois desses dois vitais, o solo vem como um que tem funções ainda fundamentais para que plantas se desenvolvam. É nele que as raízes se fixam e conseguem chegar até a água e os nutrientes nela dissolvidos, essenciais para a saúde vegetal. Assim, apesar da agricultura moderna já contar com técnicas alternativas que dispensam o solo, a grande maioria dos produtores no mundo ainda confia nesse substrato para que suas metas de produtividade sejam atingidas.

A saúde do solo é, portanto, algo de muito valor para todo agricultor. Existem, inclusive, formas de avaliar se o solo apresenta boas condições para o cultivo e uma delas envolve técnicas e análises laboratoriais. Mas, para o contexto dos pequenos agricultores e da agricultura familiar, o acesso a laboratórios e serviços de análise muitas vezes representa um grande impedimento, principalmente quando comparado ao de grandes produtores que possuem uma infraestrutura mais robusta. Além disso, a análise de solo em si exige um trabalho considerável, frequentemente exigindo uma equipe especificamente alocada para poder coletar e enviar as amostras para os centros de análise. Assim, abriu-se a possibilidade para o desenvolvimento de uma solução que agregasse acessibilidade e rapidez para o mercado de pequenos e médios produtores.

Com o intuito de sanar o problema desse mercado, a IBM anunciou o desenvolvimento do AgroPad, uma tecnologia que permite análises de solo e água com praticidade. A montagem e o mecanismo são relativamente simples: uma gota de uma amostra em solução, que pode ser solo dissolvido ou mesmo água em si, é depositada sobre um cartão de papel que a absorve em uma de suas faces. Do outro lado desse cartão há um conjunto de círculos que representam, cada um, um tipo diferente de análise. Com o uso de um aplicativo que acessa a câmera do celular ou do tablet, o agricultor fotografa o conjunto de círculos e tem, em segundos, a análise de diferentes parâmetros da amostra, como acidez e concentração de elementos constituintes do substrato.

Apesar de não substituir uma análise laboratorial completa, a inteligência artificial contida no AgroPad permite traçar um primeiro perfil da qualidade do solo e da água, já suprindo as necessidades mais básicas do pequeno agricultor familiar que não conseguiria rodar análises mais elaboradas. Além disso, os dados ficam armazenados na nuvem, permitindo que os parâmetros verificados sejam acompanhados ao longo do tempo. Com isso, o produtor pode acompanhar o histórico da propriedade ou mesmo traçar previsões e adotar medidas de correção baseadas em experiências passadas.

Segundo a IBM, há um grande mercado em potencial. Considerando que mais de 90% das 570 milhões de fazendas que existem em todo o mundo são manejadas por um único indivíduo ou por famílias, a perspectiva de crescimento do negócio pode realmente se concretizar. Esses agricultores familiares produzem hoje 80% de todo o alimento no mundo — considerando a proporção em valor de mercado, o que é um testemunho da importância que essa classe de agricultores tem e terá na alimentação mundial. 
O AgroPad ainda está em processo de desenvolvimento, mas seguramente promete ser uma proposta inteligente para a manutenção e a melhoria da qualidade do solo e da água que sustentam nossa agricultura.

Com informações: Agricultura Moderna.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.