Cotidiano / Paraná 10 de setembro de 2019 16h59

Indústria do Paraná lidera avanço do setor no País, com alta de 7,2% em sete meses

Na comparação com o julho de 2018, o avanço foi de 4,8% — a maior do Pais para o período analisado...

(Foto: Arnaldo Alves/ANPr)
(Foto: Arnaldo Alves/ANPr)

A produção da indústria do Paraná cresceu 7,2% neste ano., obtendo o melhor resultado entre os 15 locais pesquisados mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Houve um crescimento de 2% entre os meses de julho e agosto deste ano. Na comparação com o julho de 2018, o avanço foi de 4,8% — a maior do Pais para o período analisado.

O resultado de julho ante agosto é o terceiro melhor para o período atrás de Rio de Janeiro (6,8%) e Mato Grosso (5,5%). Está à frente de Goiás (1,7%), Espírito Santo (1,7%), Pará (0,5%) e Minas Gerais (0,3%). Esses dados contrariam a tendência nacional de queda de 0,3% do setor, encontrada em em oito dos 15 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgada nesta terça-feira, 10. As maiores quedas foram observadas no Amazonas (-6,2%) e em Pernambuco (-3,9%). Goiás (1,7%), Espírito Santo (1,7%), Pará (0,5%) e Minas Gerais (0,3%).

Também tiveram queda na produção a Região Nordeste (-2,6%) e os estados do Rio Grande do Sul (-2,4%), Ceará (-1,5%), São Paulo (-1,4%), Bahia (-1,3%) e Santa Catarina (-0,3%).

Na comparação com julho do ano passado, oito locais tiveram alta na produção, com destaque para Paraná e Rio de Janeiro (ambos com 4,8%), e sete apresentaram recuo, entre as quais a maior foi apresentada pelo Espírito Santo (-14,2%).

No acumulado do ano, dez dos 15 locais pesquisados tiveram queda, entre eles Espírito Santo (-12,2%) e Minas Gerais (-4,7%).Já Paraná, com crescimento de 7,2%, e Rio Grande do Sul, com avanço de 6,9%, estiveram entre os cinco estados com alta na produção.

No acumulado de 12 meses, nove dos quinze locais pesquisados mostraram taxas negativas, com destaque para Espírito Santo (-5,9%), enquanto seis locais tiveram alta, sendo a maior delas no Rio Grande do Sul (8,4%).

Com informações: Bem Paraná.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.