Policial / Paraná 11 de setembro de 2019 08h38

Idoso que matou mulher deixou bilhete ao lado do corpo: matei porque te amo

Crime aconteceu na madrugada desta terça-feira...

O idoso de 70 anos que matou a mulher, de 50, deixou um bilhete ao lado do corpo após o crime. Na mensagem, ele afirma que só cometeu o assassinato em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, "por amor". Após o crime, o idoso de 70 anos foi até a casa da filha nesta terça-feira para avisá-la sobre a morte de Marisa.

"Marisa, eu te matei porque eu te amo. Vá com Deus, minha querida", descreveu em um dos lados da carta. No outro, a mensagem foi: "Marisa foi a mulher mais querida da minha vida. Vá com Deus, meu amorzinho. Te amo, querida".

O assassinato aconteceu no fim da madrugada desta terça-feira (10), na Rua da Paz, na Planta Deodoro. Após fazer a revelação para a parente, o suspeito fugiu e não foi localizado. O superintendente Job de Freitas explicou que o idoso já vinha ameaçando Marisa há algum tempo. "Aparentemente é uma pessoa desequilibrada, que cometeu esse homicídio em algum momento de transtorno, tanto que deixou todos os pertences para trás", explicou.

Na tarde desta terça, a Polícia Civil ainda tentava encontrar o autor do feminicídio.

Pela manhã, a reportagem conversou com a filha do casal. Ela admitiu que o pai tinha um histórico de agressividade. "Eu acredito que ele fez isso por ciúmes, porque já havia dito que ela só ficaria com ele e mais ninguém. Acredito que ela estava querendo se separar e ele não aceitou. Eu tenho nojo do meu pai", disse.

Com informações: Banda B.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.