Tecnologia / Mundo 03 de janeiro de 2020 11h28

Estudante cria armadura que reduz radiação em tratamento de câncer

Ela criou um revestimento, uma espécie de armadura de cobre de alta densidade, batizada de SMART Armour, para radioterapia...

Foto: reprodução
Foto: reprodução

A estudante australiana, Macinley Butson, hoje com 18 anos, tinha apenas 16 quando decidiu criar um protetor para mulheres expostas à radiação durante o tratamento de câncer de mama.

Ela criou um revestimento, uma espécie de armadura de cobre de alta densidade, batizada de SMART Armour, para radioterapia.

Quando a armadura foi testada em laboratório, a invenção de Butson reduziu em 75% a exposição da superfície ao excesso de radiação.

Chamado de Smart Armour, o escudo pode ser usado durante as sessões para deixar exposta à radiação apenas a mama atingida pelo tumor.

Macinley Butson, de 18 anos, afirmou em entrevista a invenção pretende ajudar o maior número de pessoas possível e não ganhar dinheiro.

Pela projeto, a jovem foi premiada por diversas entidades da Austrália.

Em 2016, conquistou o primeiro lugar na Feira Internacional de Ciência e Engenharia da INTEL.

Família

A inspiração também veio de berço.

O pai e o irmão dela também trabalham em física médica.

Por isso, Macinley sempre foi fascinada pela ciência, mas só começou a investigar os efeitos colaterais nocivos da radioterapia depois que seu pai discutiu sua experiência com tratamentos ineficazes contra o câncer por conta própria.

Ela também perdeu um parente, vítima de câncer de mama e por isso decidiu seguir a própria pesquisa.

Com a dificuldade para compreender publicações científicas, ela foi buscar no YouTube vídeos que ensinavam a ler revistas científicas.

Foi lá que ela descobriu que o cobre é muito mais eficaz para proteger a pele da radiação do que o chumbo.

A segunda parte da ideia da adolescente australiana de Wollongong, Nova Gales do Sul, veio quando assistia a um filme sobre guerras medievais, na aula de história da décima série.

Quando viu os padrões de escala da armadura, ela se inspirou a criar um escudo protetor de cobre portátil.

“O objetivo desses dispositivos não é ter ganho próprio; é ser capaz de ajudar o maior número de pessoas possível ”, disse a jovem em entrevista a um jornal australiano.

Com informações: Nation.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.