Policial / Paraná 13 de agosto de 2019 15h08

Em poucos dias, Polícia fecha segunda chácara da maconha e apreende mil pés

O suspeito foi encaminhado para a delegacia, onde ficará à disposição da justiça...

Mais uma chácara que produzia maconha foi descoberta pela Polícia Militar (PM), na noite deste segunda-feira (13), em Tijucas do Sul, região metropolitana de Curitiba. Desta vez, aproximadamente mil pés da planta foram apreendidas.

A chácara fica no bairro Matulão, próximo ao Km 658 da BR- 376. Segundo o tenente Rattman, da Polícia Militar, além das plantas, que mediam até um metro de altura, a equipe também encontrou mudas na casa principal. “Encontramos mil pés de maconha, preliminarmente contados, incluindo mudas plantadas organicamente em esponjas e substratos utilizados que seriam utilizados para a plantação”, explicou.

Outro detalhe é que o dono da chácara trouxe fiação da BR para dentro do mato. “Os moradores do Matulão estão há mais de um ano aguardado para que consigam luz nas casas. A Copel só consegue puxar 50 metros de fio para dentro da comunidade. O dono da chácara conseguiu que viesse a luz para ele, mas o valor estimado será de R$ 30 mil de fiação, que ele terá que pagar”, disse.

O suspeito foi encaminhado para a delegacia de Tijucas do Sul, onde ficará à disposição da justiça.

A outra chácara

Na última quinta´feira (13), a Polícia Militar tinha descoberto outra chácara que também produzia maconha, em Tijucas do Sul. Na ocasião, 700 pés foram apreendidos. Nesta chácara, além da plantação, a equipe também apreendeu 12 quilos de maconha já seca e 180 gramas de skank.

Com informações: Banda B.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.