Trânsito / Paraná 08 de novembro de 2019 08h19

DER leiloa mais de mil sucatas de veículos automotores

Cerca de 50 representantes de empresas de desmontagem deram lances em 109 lotes de sucatas ao longo de 4 horas….

Ao longo de mais de quatro horas foram arrematados 1.074 veículos de 109 lotes, incluindo carros, motos, ônibus e caminhões no leilão promovido pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) nesta terça-feira (05). Foram leiloadas sucatas de veículos automotores, apreendidos ou abandonados em rodovias estaduais.

O valor mínimo previsto era de R$ 193 mil, mas com as disputas por meio de lances o total arrecadado foi de R$ 620 mil. O evento contou com participação de mais de 50 representantes de empresas do ramo de desmontagem de veículos e foi conduzido por um leiloeiro público oficial.

O lote com o lance mais alto foi o de número 62, que incluía nove carros, sendo o mais antigo um Ford Del Rey de 1983 e o mais novo um Volkswagen Golf de 2007, além de um caminhão Ford Cargo 2428 de 2010. O valor inicial do lote era de R$ 4.390, mas o lance vencedor foi de R$ 46 mil.

As sucatas não podem voltar a circular em via pública, estando destinadas exclusivamente para desmonte e reaproveitamento comercial de peças e partes metálicas.

Após receberem a nota de venda, as empresas terão até 10 dias úteis para retirar integralmente seus lotes dos locais em que estão depositados. Cabe a elas todas as despesas e serviços com o transporte das sucatas arrematadas no leilão, que serão entregues sem placas, para evitar que sejam reaproveitadas, e sem baterias, seguindo legislação ambiental.

Os veículos atualmente estão depositados em pedreiras, pátios do DER/PR e postos do Batalhão de Polícia Rodoviária em 37 municípios.

Com informações: AEN.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.