Agricultura / Paraná 31 de julho de 2019 14h57

Cooperativa de profissionais leva assistência técnica ao campo

Associativismo garante ingresso de profissionais no mercado de trabalho e os produtos ganham qualidade...

O mundo pede alimento. E quem produz quer renda. E produzir não é apenas uma questão de vocação, técnica é fundamental.
E foi de olho nesta necessidade que recém-formados de cursos de ciências agrárias, se uniram e formaram uma cooperativa de serviços. 

A Biolabore, que começou pequena, hoje é reconhecida em toda a região oeste do Paraná. A sede fica em Santa Helena e são 74 profissionais cooperados. 

Gente como o Jeferson, que mora em Cascavel e leva assistência técnica para a propriedade do Ademir. 

O desafio tem sido grande. O primeiro açude já está em funcionamento pleno. Os peixes ganharam peso, estão sadios, mas para chegar até aqui foi preciso aprender e muito.

Na propriedade outros açudes estão em implantação. E o peixe, agradando o bolso e o paladar da família. Tatiane é quem prepara o peixe de boa qualidade e o tempero no capricho. 

E sabe da onde vem o alho? Da horta. É mais uma experiência que deu certo com os segredos da assistência técnica e não é só no sítio do Ademir. Em Cascavel já são quatro mil produtores. E o suporte no campo só é possível graças à parceria com a cooperativa, via Itaipu Binacional para alguns municípios. 

Em Santa Helena, conhecemos também hortas incríveis. 

Na propriedade pode-se perceber de perto o resultado todo deste trabalho, com adubo e água na medida certa, de acordo com que é prescrito pelos técnicos, o resultado é este: uma horta de encher os olhos. 

Assim também tem sido com estes dois irmãos. Eduardo, de 22 anos e Pablo, de 27. Eles tocam a propriedade sozinhos. Jovens empreendedores, ousados e com raízes fincadas no campo. 
A meta é transformar a produção, de convencional para orgânica. 

O que é produzido aqui vai para a Feira do Produtor, abastece mercados e também compõe a merenda escolar.

A cooperativa de serviços vem cumprindo com seus objetivos, com foco nas ações ecologicamente corretas, economicamente viáveis, socialmente justas e culturalmente diversas.

O resultado tem sido tão bom que se multiplicou, hoje podemos dizer que a Biolabore já tem uma filha no associativismo, a Coofamel, uma cooperativa dos produtores e mel. 

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.