Esportes / Mundo 18 de novembro de 2021 08h03

Conmebol suspende árbitros que não puniram Otamendi pela cotovelada em Raphinha

Atacante brasileiro jogou grande parte do primeiro tempo com a boca sangrando...

Foto: TV Cultura
Foto: TV Cultura

A Conmebol, entidade responsável pelo futebol sul-americano, decidiu nesta quarta-feira (17) que irá suspender Andrés Ismael Cunha Soca Vargas e Esteban Daniel Ostojich Vega. Os árbitros não puniram Nicolás Otamendi por dar uma cotovelada em Raphinha durante a partida entre Brasil e Argentina.

Enquanto Andrés Cunha apitou o confronto que terminou em empate na noite da última terça-feira (16), Esteban Vega era o responsável pelo VAR. O juiz principal não viu o lance, e o árbitro de vídeo tinha o dever de comunicar a agressão por parte do zagueiro argentino.

O atacante brasileiro jogou grande parte do primeiro tempo com a boca sangrando. Em entrevista após o duelo, Tite defendeu a postura de Cunha, mas repudiou a conduta de Vega. Para o treinador da seleção brasileira, "é impossível não ver a cotovelada do Otamendi no Raphinha!" Ele também destacou que "árbitro de alto nível, de VAR, não pode trabalhar desta forma. Isso é inconcebível".

"A atuação do Árbitro Principal Andrés Ismael Cunha Soca Vargas e do Árbitro VAR Esteban Daniel Ostojich Vega, designados para o mencionado jogo, foram analisadas tecnicamente por esta Comissão, concluindo que os mesmos cometeram erros graves e manifestos no exercício de suas funções no desenvolvimento da partida, pontualmente na seguinte situação", afirma a Conmebol em nota.

Com informações: Catve/TV Cultura.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.