Policial / Paraná 14 de setembro de 2021 08h12

Casal utiliza bebê para enganar policiais, mas equipe da PRE apreende 66 tabletes de maconha

Um jovem de 24 anos, que viajava com sua esposa, 20 anos, e uma bebê de 45 dias de vida...

Um ônibus que fazia a linha Maringá-PR a Franca-SP foi abordado na noite de ontem (13), por volta das 21h30, pela equipe da Polícia Rodoviária Estadual (Equipe Canil/2ª Cia/BPRV), em operação contra o tráfico de drogas, armas de munições, em frente ao posto rodoviário estadual de Rolândia.

O cão de detecção de drogas Hórus encontrou no bagageiro do ônibus uma mala com 66 tabletes de substância análoga à maconha, pesando 35,645 quilos. Por meio da etiqueta da mala foi possível identificar o passageiro, um jovem de 24 anos, que viajava com sua esposa, 20 anos, e uma bebê de 45 dias de vida.

O rapaz confirmou que estava transportando a droga, mas disse que a esposa não sabia de nada. Ele disse que recebeu uma proposta de um desconhecido em uma praça perto de sua residência para levar uma mala com drogas até a cidade Bauru-SP, onde entregaria para um desconhecido na rodoviária.

Perguntado se iriam permanecer na cidade de Bauru-SP ele respondeu que somente entregariam a droga e voltariam. Ele contou que recebeu R$ 400,00 para a compra das passagens e R$ 1.600,00 seria pago na entrega da droga. 

Diante da situação foi acionado o Conselho Tutelar da cidade de Rolândia para a condução da criança. Os pais foram presos e levados para a delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis ao fato. Foi necessário o uso de algemas no rapaz, em virtude de apresentar muito nervosismo e resistência às ordens da equipe policial.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.