Tecnologia / Mundo 16 de agosto de 2019 17h15

A Indústria da Moda Está Ficando Mais Inteligente Com Inteligência Artificial

As tecnologias de IA estão transformando a indústria da moda em todos os elementos de sua cadeia de valor, como design, fabricação, logística, marketing e vendas...

Desde que os humanos começaram a usar roupas, temos o desejo de expressar nossa própria individualidade, e uma maneira de conseguir isso é através da moda. A indústria da moda é uma das maiores do mundo, estimada em cerca de 3 trilhões de dólares em 2018, representando 2% do PIB global. Grande parte do varejo tradicional, assim como o comércio eletrônico on-line, é dedicado à venda de roupas e itens de moda. Tanto que a Amazon adquiriu a varejista de calçados Zappos por US $ 1 bilhão em 2010, e grandes varejistas como Walmart, Target, Amazon e outros entraram no negócio de varejo de moda por meio de suas próprias marcas e parcerias de marcas. Apesar da natureza estabelecida da indústria da moda, a Inteligência Artificial está fundamentalmente transformando a indústria na forma como as empresas de moda fabricam seus produtos até a maneira como são comercializados e vendidos. As tecnologias de IA estão transformando a indústria da moda em todos os elementos de sua cadeia de valor, como design, fabricação, logística, marketing e vendas. A Indústria da Moda Está Ficando Mais Inteligente Com Inteligência Artificial.

AI Ajudando a Promover e Vender Artigos de Moda

A indústria da moda tem tanto a ver com a criação de demanda e reconhecimento de marca quanto com a fabricação de produtos. As marcas de vestuário estão constantemente à procura de novas formas de colocar os seus produtos perante os compradores e de criar consciência e procura no mercado. Cada vez mais, as marcas de moda estão usando IA e Machine Learningpara maximizar a experiência de compra dos usuários, melhorar a eficiência dos sistemas de vendas através de automação inteligente e aprimorar os processos de vendas usando análise preditiva e processos de vendas orientados.

As marcas de moda também estão começando a utilizar assistentes de conversação por meio de chatbots e dispositivos de assistente de voz, como o Amazon Alexa, o Apple Siri, o Google Home e o Microsoft Cortana. Usando interfaces de conversação, as marcas de moda podem coletar dados fazendo perguntas aos clientes, compreendendo os desejos e tendências do cliente, aprofundando seus padrões de compra e sugerindo itens relacionados e complementares. Por exemplo, quando um cliente precisa de sapatos novos ou de um vestido, em vez de interagir com um website ou aplicativo para dispositivos móveis, eles podem simplesmente conversar com um agente de conversação inteligente. Através de diálogo de ida e volta, o cliente pode encontrar o melhor produto de moda ou item acessório. Essa interação proporciona maior satisfação para o cliente e muito mais informações valiosas para a marca de moda.

Além dos sistemas de conversação, a IA está entrando no e-commerce e em aplicativos para dispositivos móveis. Os clientes agora podem tirar fotos de roupas de que gostam ou de estilos que desejam imitar, e os sistemas inteligentes de reconhecimento de imagens podem combinar as fotos com itens da vida real disponíveis para venda. Além disso, os aplicativos de compras habilitados por IA permitem que os clientes façam capturas de tela de roupas que visualizam on-line, identifiquem aparelhos e acessórios compráveis ​​nessa foto e, em seguida, encontrem a mesma roupa e comprem estilos semelhantes.

Design e Fabricação Aprimorados por IA

No documentário “Minimalismo”, eles compartilham que pode haver até 52 temporadas para roupas. Dadas as constantes mudanças na moda e no design, os varejistas precisam manter consistentemente as tendências mais atuais e prever as preferências dos consumidores para a próxima temporada. Tradicionalmente, os varejistas baseiam sua estimativa das vendas do ano atual em dados do ano anterior. Mas isso nem sempre é preciso porque as vendas podem ser influenciadas por muitos fatores que são difíceis de prever, como a mudança de tendências. No entanto, abordagens baseadas em Inteligência Artificial para projeção de demanda podem reduzir o erro de previsão em até 50%.

Uma vez que as roupas são projetadas, as tecnologias de IA também podem desempenhar um papel na fabricação de têxteis. Os fabricantes de moda estão inovando o uso da Inteligência Artificial para ajudar a melhorar a eficiência dos processos de fabricação. Os sistemas de IA estão sendo usados ​​para detectar defeitos no tecido e garantir que as cores do tecido acabado coincidam com as cores originalmente projetadas. As tecnologias de IA, como as tecnologias de visão computacional, permitem que os processos de garantia de qualidade sejam mais simplificados.

Enquanto antigamente os gigantes do comércio eletrônico, como Amazon e Walmart, usavam algoritmos de aprendizado de máquina para descobrir tendências de vendas, agora os pequenos varejistas também estão aproveitando o aprendizado de máquina para entender esse mercado de moda dinâmico, o que pode proporcionar uma melhor chance de sucesso. Sistemas inteligentes e habilitados com Inteligência Artificial também podem ajudar a fornecer maior inteligência para marcas de moda, identificando padrões e análises preditivas que podem fornecer informações sobre tendências de moda, padrões de compra e orientação relacionada a estoques. Uma empresa na vanguarda da inovação com IA aplicada à moda é a Stitch Fix, um serviço de estilo pessoal on-line. A empresa está usando algoritmos de aprendizado de máquina para proporcionar melhores experiências aos clientes e tornar sua cadeia de fornecimento mais eficiente.

As tecnologias de aprendizado de máquina também estão sendo aplicadas para agilizar a logística e tornar a cadeia de fornecimento mais eficiente. A IA está sendo usada para gerenciar e otimizar as cadeias de suprimentos, bem como reduzir os custos de envio e o tempo de trânsito. Algoritmos de aprendizado de máquina estão sendo usados ​​para fazer previsões mais precisas da demanda de estoque e, portanto, reduzir o desperdício ou eliminar compras de última hora para atender picos inesperados na demanda.

A visão computacional possibilitada pelo aprendizado de máquina também está sendo usada para ajudar a identificar produtos falsificados. Anteriormente, a detecção de falsificações exigia o olhar treinado de alfândega especializada ou outros policiais. Agora, os sistemas de Inteligência Artificial podem manter um olhar atento e consistente sobre produtos falsificados que parecem cada vez mais semelhantes aos reais. Nesta área, as tecnologias de IA estão sendo aplicadas pela alfândega e fiscalização de fronteiras para ajudar a identificar a validade de produtos sofisticados que são frequentemente falsificados, como bolsas e óculos de sol.

Estamos vendo agora que as tecnologias de IA podem agregar valor em todas as partes da indústria da moda, desde o processo de design e processos de fabricação até vendas e marketing de produtos acabados. O futuro da moda é inteligente, com certeza.

Com informações: Ciências e Dados.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.