Exporondon / Marechal Cândido Rondon 26 de julho de 2019 16h22

A atração é uma das mais conhecidas da atualidade por seus hits apaixonados.

A prática da comercialização dos ingressos solidários é comparada à figura criminal do cambista...

A PROEM (Fundação Promotora de Eventos), entidade organizadora da Expo Rondon 2019, comunica que as pessoas que forem flagradas vendendo ingressos solidários, poderão responder criminalmente.

De acordo com os organizadores, muitas pessoas estão vendendo os ingressos que foram trocados por alimentos, tanto nas redes sociais, como também dentro do parque de exposições. A PROEM esclarece que, caso no ingresso esteja escrito “Solidário”, este não poderá ser comercializado.

Esses ingressos haviam sido adquiridos através da troca por um quilo de alimento, que estava ocorrendo até segunda-feira (22). Após esta data, o custo do ingresso passou a R$ 22,00, nos tradicionais pontos de venda, e a R$ 24,00, tanto online, como na portaria.

A prática da comercialização dos ingressos solidários é comparada à figura criminal do cambista.

Com informações: Assessoria.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.