Política / Marechal Cândido Rondon 19 de dezembro de 2017 13h14

Vereadores repudiam aumentos de impostos pelo Governo do Estado

Cottica, Arion e Maria Amália frisam que não concordam com a penalização da classe empresarial...

Os vereadores rondonenses Adriano Cottica, Arion Nasihgil e Maria Amália Ritt Haab se manifestaram solidários à Associação Comercial e Empresarial de Marechal Cândido Rondon (Acimacar), à Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Oeste do Paraná (Caciopar) e à Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap), as quais repudiaram a aprovação do Projeto de Lei nº 557/2017, do governo estadual.

O texto proposto pelo governador Beto Richa e aprovado pela maioria dos deputados da Assembleia Legislativa, aumentou o ICMS de empresas paranaenses de pequeno porte.

“Não se desconhece a situação bastante crítica pela qual passa o erário, com enormes rombos nos cofres públicos que abastecem o Estado. Não obstante, a má-gestão dos recursos e a falta de planejamento adequado na sua aplicação não podem servir de substrato para o carregamento, ainda maior, da carga tributária, notadamente quando do lado oposto encontram-se pequenos empresários, já devastados pela crise econômica e política que no decorrer dos últimos anos tem assolado nossas economias”, afirmam os três vereadores em requerimento de voto de solidariedade, aprovado ontem (18) pelo Poder Legislativo rondonense.

Cottica, Arion e Maria Amália frisam que não concordam com a penalização da classe empresarial. Para eles, o reabastecimento dos cofres públicos deve se iniciar com cortes na própria raiz, especialmente com a urgente redução dos gastos institucionais, e não com o repasse da conta para quem já é penalizado pelo próprio sistema.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.