Saúde / Marechal Cândido Rondon 28 de setembro de 2018 08h50

UPA de Marechal Rondon será inaugurada em 29 de outubro

“Com a abertura da UPA, acredito que teremos grandes melhorias”, garante...

A secretária municipal de Saúde, Marciane Specht, confirmou o dia 29 de outubro como a data de inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Marechal Cândido Rondon. Para ela, a entrada em operação da UPA será um “divisor de águas” na história do setor de saúde rondonense, a exemplo do que foi a inclusão do atendimento de partos e de cirurgias de ginecologia e obstetrícia no Hospital Municipal Dr. Cruzatti.

“Com a abertura da UPA, acredito que teremos grandes melhorias”, garante.

O anúncio da inauguração foi feito na tarde de ontem (27), durante audiência pública na Câmara de Vereadores para prestação de contas do 2º quadrimestre de 2018, promovida pela Comissão Permanente de Educação, Saúde, Cultura, Bem-Estar Social e Ecologia do Poder Legislativo.

A audiência foi presidida pelo vereador Adelar Neumann e teve ainda a presença dos edis Claudio Kohler, Josoé Pedralli e Portinho, além de representantes da comunidade.

Gestão associada

Em audiência pública ocorrida em novembro do ano passado, foi aprovado que a UPA será para o atendimento municipal. Já a gestão será associada: a direção geral ficará sob responsabilidade do governo municipal, enquanto que as direções médica e de enfermagem estarão a cargo do Consórcio Intermunicipal SAMU Oeste (Consamu).

Com relação à equipe, a contratação de parte dos profissionais que atuarão na Unidade se dará pelo Consórcio, e outra parte será de funcionários realocados do município.

A estrutura física da UPA, que está situada no bairro Jardim Líder e possui 986 m², foi concluída no final de 2016. Contudo, ela apresentou problemas estruturais e precisou de adequações e reformas antes mesmo de receber os equipamentos, que agora começam a ser instalados.

Segundo a secretária de Saúde, estão sendo investidos na compra de equipamentos e materiais, aproximadamente, R$ 1.170.000,00. 

Já a estimativa de custo para a UPA funcionar é de cerca de R$ 2,5 milhões por ano. A previsão é de que o Ministério da Saúde auxilie na manutenção com repasses mensais de R$ 170 mil.

Reorganização no atendimento

A UPA terá funcionamento em período integral. A partir da sua inauguração, ela será responsável pelos atendimentos de urgência e emergência, serviço que atualmente é feito na Unidade de Saúde 24 Horas.

Da mesma forma, a UPA comportará os serviços de ortopedia, pediatria e de psiquiatria.

Por outro lado, a Unidade de Saúde passará a ser o Centro Integrado de Saúde. Portanto, deixará de atender durante 24 horas e passará a funcionar como uma unidade básica de saúde, com atendimento das 7h30 às 11h30 e das 13h00 às 17h00.

Haverá exceção para o atendimento odontológico e o serviço de epidemiologia, que continuarão ocorrendo também no horário de intervalo do almoço.

Por abranger a área central da cidade, onde existe uma população estimada em cerca de 9 mil pessoas, esta estrutura contará ainda com duas unidades de Estratégia de Saúde da Família. Este serviço é voltado para atendimentos de hipertensos, diabéticos, gestantes e de puericultura. Outros serviços, como a Vigilância Epidemiológica e coletas de exames, também permanecerão no prédio atual da Unidade de Saúde 24 Horas.

Marciane adianta que a Prefeitura prepara ampla campanha para orientar a população sobre a reorganização destes atendimentos do setor de saúde. “Temos noção que este será um período turbulento e de adaptação, porque a mudança gera desconforto. Mas, temos certeza que a população vai nos entender”, garante.

Com informações: Assessoria.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.