Política / Marechal Cândido Rondon 03 de agosto de 2018 16h12

TJ julga improcedente acusação de nepotismo contra ex-prefeito

Ministério Público moveu sete ações públicas contra Moacir Luiz Froehlich, vereadores e servidores municipais...

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) julgou improcedente a acusação de nepotismo e ato de improbidade administrativa contra ex-prefeito de Marechal Cândido Rondon Moacir Luiz Froehlich. 

O Ministério Público moveu em 2015 sete ações públicas contra Moacir Luiz Froehlich, vereadores e servidores municipais. A justiça de Marechal Rondon chegou a condenar o político, após acatar as denúncias. 

Agora, o TJ publicou acórdão e reformou integralmente a decisão da justiça local que havia condenado o ex-prefeito, o ex-presidente da Câmara de Vereadores João Marcos Gomes e ainda o ex-servidor público Levi Martins Gomes Filho. 

Os acusados recorreram da sentença junto ao TJ que desconsiderou a suspeita de nepotismo, decretando completamente regular a nomeação realizada pelo ex-prefeito em 2009.

O advogado de defesa João Gustavo Bersch, comentou a decisão. "Recebemos a informação do provimento da Apelação e reforma integral da decisão que condenou injustamente o ex-prefeito Moacir com sensação de justiça realizada."

Com informações: Catve.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.