Política / Fronteira 21 de dezembro de 2018 13h38

Temer e Abdo assinam autorização para construção de duas pontes entre países

Uma das pontes será construída sobre o Rio Paraná, e a outra sobre o Rio Paraguai...

Os presidentes Michel Temer, do Brasil, e Mario Abdo, do Paraguai, assinam nesta sexta-feira (21), a autorização para a construção de duas pontes que vão ligar os países, na fronteira. 

Os detalhes do contrato foram acertados na última terça-feira (18) durante a Cúpula do Mercosul, realizada no Uruguai. 

Uma das pontes será construída sobre o Rio Paraná, e vai ligar Foz do Iguaçu, na região do Bairro Porto Meira, até Porto Franco, que é vizinho de Cidade do Leste onde chega a Ponte Internacional da Amizade. 

A outra ponte será construída sobre o Rio Paraguai, e vai ligar a cidade de Porto Murtinho, no Mato Grosso do Sul até Carmelo Peralta, no Paraguai. 

A obra foi autoriazada através da AGU (Advocacia-Geral da União) no dia 17 de dezembro, e recursos da Itaipu Binacional devem ser utilizados na obra. 

De acordo com a AGU, a construção das pontes está "em consonância com os atos constitutivos da Itaipu Binacional, que admitem claramente a possibilidade de realizar projetos com vistas a desenvolver infraestruturas não diretamente relacionadas às instalações da organização, mas relacionadas ao bem-estar da comunidade local e ao desenvolvimento regional, de modo que tanto a segunda (em Foz) quanto a terceira ponte (no Mato Grosso do Sul) em questão estariam abarcadas em suas diretrizes e objetivos estratégicos".

O custo prevista total para ambas as pontes é de US$ 270 milhões, pouco mais de R$ 1 bilhão. A segunda ponte localizada em Foz do Iguaçu deve aliviar o fluxo intenso de veículos na Ponte Internacional da Amizade, construída há 53 anos, que está saturado. 

Já a outra ponte, no Mato Grosso do Sul, é fundamental para criar uma nova rota de exportação e importação.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.