Política / Marechal Cândido Rondon 20 de dezembro de 2017 13h31

Projeto aprovado inclui novos loteamentos, chácaras e lotes rurais na cobrança de IPTU

Os novos loteamentos, chácaras e lotes rurais serão incluídos na cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) a partir de 2018...

Os novos loteamentos, chácaras e lotes rurais que passaram a integrar a zona urbana de Marechal Cândido Rondon após a mudança do Plano Diretor, ocorrida no início deste ano, serão incluídos na cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) a partir de 2018. É o que determina o projeto de lei 70/2017, de autoria do Executivo Municipal, o qual altera a Planta Genérica de Valores do Município.

A matéria foi aprovada em definitivo nesta quarta-feira (20) pela Câmara de Vereadores.

Segundo justificativa ao projeto de lei apresentada pelo prefeito Marcio Rauber, pelo princípio da legalidade, o Município deve periodicamente revisar a Planta de Valores, efetuando inclusões das novas áreas, a fim de que o lançamento tributário do IPTU ocorra de modo justo, refletindo a avaliação geral de valores decorrentes da referida planta.

Ainda conforme esclarece o prefeito, a atualização do Valor Venal, “que nada mais é do que a expressão econômica do bem no mercado imobiliário, e que requer atualização periódica, se fará através de Decreto do Executivo Municipal”.

A nova lei incidirá sobre os loteamentos Klaumann, Beira-Rio, João de Barro, Sol Nascente e Vip Cataratas. Também serão incluídos chácaras e lotes rurais da 9ª zona do perímetro urbano da sede municipal, assim como determinadas chácaras da Imobiliária Schmidt e lotes rurais do 11º, 12º e 19º perímetros.

Ressalta-se, no entanto, que os proprietários destas chácaras e lotes rurais que contam com atividade rural de subsistência podem requer na Prefeitura a isenção do IPTU até 10 dias antes do vencimento do imposto de 2018.

A sessão extraordinária que aprovou o projeto de lei teve a presença dos vereadores Adriano Backes, Claudio Koehler, Cleiton Freitag (Gordinho do Suco), Nilson Hachmann, Valdir Port e Vanderlei Sauer, que votaram favoráveis, além do vereador Arion Nasihgil, que votou contra o projeto. Pedro Rauber, por ocupar a presidência, não vota projeto de lei ordinária, a menos que haja empate na votação entre os demais vereadores.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.