Policial / Paraná 05 de janeiro de 2018 16h18

PRF prende quadrilha que minutos antes matou homem com tiro na cabeça

Quatro envolvidos no homicídio foram presos na BR-376, em Tijucas do Sul (PR), quando tentavam esconder a espingarda usada no crime...

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), prendeu uma quadrilha na madrugada desta sexta (5) que havia acabado de matar um homem em um posto de combustíveis na BR-376, em São José dos Pinhais. Após comunicação do fato, a equipe, em ronda, localizou um carro com duas pessoas e mais a frente outras duas, que estavam tentando se livrar de uma arma, possivelmente utilizada na morte do homem. Os quatro foram presos em flagrante por homicídio. A Polícia Judiciária investigará o caso.

Na madrugada de sexta-feira (5), agentes da PRF receberam a informação de que um homem foi encontrado morto dentro de um GM Celta, em um posto de combustíveis na BR-376. De posse das informações sobre o número de pessoas e tipo do veículo envolvidos, a equipe se deslocou em ronda para localizar o carro.

Por volta das 4h30, na altura do km 661 da BR-376, sentido Santa Catarina, os policiais encontraram um GM Onix abandonado no acostamento. Em continuidade, ao retornarem sentido Curitiba, localizaram um Fiat Siena parado no acostamento. Dentro do carro, havia duas pessoas - uma mulher e um homem. Mais à frente, em um barranco, dois homens tentavam se livrar de uma arma de fogo tipo calibre 12. Com um dos homens, estava a chave do Onix abandonado.

Diante das informações e características encontradas no local, os quatro foram presos em flagrante e conduzidos à Polícia Judiciária em São José dos Pinhais para o registro do crime.

As informações sobre a motivação do crime e as circunstâncias estão sendo investigadas pela Polícia Judiciária.

Com informações: Assessoria.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.