Religião / Reflexão 15 de novembro de 2017 07h59

Portador da Cruz

E, quando O iam levando, tomaram um certo Simão, cireneu, que vinha do campo, e puseram-lhe a cruz às costas, para que a levasse após Jesus. Lucas 23:26.

Mal havia Jesus passado a entrada da casa de Pilatos quando a cruz, preparada para Barrabás, foi trazida e colocada sobre Seus ombros feridos e sangrantes. Havia levado Seu fardo alguns metros apenas quando, devido à perda de sangue e ao excessivo cansaço e à dor, caiu desmaiado ao solo. Ao voltar a Si, a cruz foi-Lhe de novo posta sobre os ombros, e Ele forçado para a frente. Cambaleou mais alguns passos, levando Sua pesadíssima carga, e então caiu desfalecido ao chão. Os sacerdotes e príncipes não sentiram compaixão por sua Vítima sofredora, mas reconheceram que Lhe era impossível levar mais longe o instrumento de tortura. Ficaram perplexos, sem saber a quem encontrar bastante humilde para levar a cruz ao lugar da execução. Manuscrito 127.

A turba que acompanhou ao Calvário o Salvador insultou-O e dEle escarneceu, por não poder levar o madeiro. Todos presenciaram os débeis e vacilantes passos de Cristo, mas não se mostrou compaixão no coração dos que avançaram passo a passo em suas injúrias e torturas ao Filho de Deus. …

Um estranho, Simão cireneu, vindo do campo à cidade, ouve a turba em seus zombarias e insultos; ouve a desdenhosa repetição: “Abri caminho para o Rei dos judeus!” Detém-se, atônito à contemplação da cena, e ao expressar sua compaixão, em palavras e gestos, apanham-no e o obrigam a erguer a cruz, demasiado pesada para os ombros de Cristo. … O madeiro carregado por ele ao Calvário foi o motivo de tomar Simão sobre si a cruz de Cristo, por livre escolha, e para sempre permanecer animosamente sob esse peso. Sua associação forçada com Cristo, ao levar ao Calvário a Sua cruz, e contemplar a triste, espantosa cena e os espectadores junto à cruz, foi o meio de lhe atrair a Jesus o coração. Cada uma das palavras dos lábios de Cristo se lhe gravou na mente. … E o coração de Simão creu.

Com informações: Meditação.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.