Esportes / Paraná 14 de fevereiro de 2018 15h15

Paraná usa jogo ‘inútil’ para consolidar plataformas táticas

O jogo tem mando do Rio Branco de Paranaguá, mas será em Ponta Grossa...

Wagner Lopes: “A gente consegue mudar ocupação de espaços de forma inteligente usando essas três plataformas”. (foto: Geraldo Bubniak / AGb)
Wagner Lopes: “A gente consegue mudar ocupação de espaços de forma inteligente usando essas três plataformas”. (foto: Geraldo Bubniak / AGb)

O Paraná Clube não tem mais chances de ir à semifinal da Taça Dionísio Filho – o primeiro turno do Campeonato Paranaense. Assim, o time do técnico Wagner Lopes vai usar a partida desta quarta-feira (14), contra o Rio Branco, para consolidar plataformas táticas, que tendem a ser usadas no resto do ano.

O jogo tem mando do Rio Branco de Paranaguá, mas será em Ponta Grossa. A última rodada será disputada toda ao mesmo horário – no caso, na noite desta quarta-feira. E os dois estádios em Paranaguá, a Estradinha e o Gigante do Itiberê, não estão com iluminação funcionando. Por isso a transferência de local.

Na Taça Dionísio Filho, os times enfrentam os adversários do outro grupo. Os dois melhores de cada chave avançam à semifinal, em jogo único. Os vencedores das semifinais avançam à decisão da Taça, que vale vaga na final do Campeonato. O Rio Branco, com 4 pontos, ainda tem uma chance pequena: precisa vencer e torcer por derrotas de Londrina e Toledo. O Paraná, com 5 pontos, não tem mais chances. Assim, a partida servirá para observações táticas.

“Nossa plataforma de jogo, colocada como sistema numérico, é o 4-4-2. Na minha visão, tem evoluções. Tem o 4-2-3-1. Se adianta um dos volantes, vira um 4-1-4-1. Quando tem dois meias saindo (pela pontas), faz um 4-3-3. Depende do posicionamento do adversário”, disse nesta terça-feira (13) o técnico Wagner Lopes. “Mas a gente consegue mudar ocupação de espaços de forma inteligente usando essas três plataformas”.

Para esta quarta-feira, Lopes não poderá contar com o atacante Lucas Fernandes, que sentiu um desconforto muscular na última partida – vitória de 3 a 0 sobre o Prundetópolis, no sábado (10). Felipe Augusto deve entrar em seu lugar. Outra possibilidade é a inclusão de Matheus Pereira.

RIO BRANCO x PARANÁ CLUBE

Rio Branco: Jhones; Raul, Thiago, Victor Matheus e Thiago Almeida; Luiz Camargo, Marco Túlio, Vinícius Cunha e Tcharlles; Rodrigo Jesus e Eric. Técnico: Maurílio Silva

Paraná Clube: Thiago Rodrigues; Alemão, Charles, Neris e Mansur; Leandro Vilela, Zezinho, Felpe Augusto (Matheus Pereira), João Paulo e Diego; Thiago Santos. Técnico: Wagner Lopes

Árbitro: Élvio Kertelt Legnani

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, quarta-feira, às 21h45

Com informações: Bem Paraná .

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.