Cotidiano / Região Oeste 11 de julho de 2018 11h54

Oficina discute Segurança Alimentar nos Municípios do Oeste

Durante o evento, foram pautadas as atualizações em Segurança Alimentar e Nutricional (SAN), principalmente o empoderamento no papel do conselheiro na política de SAN...

Representantes dos municípios integrantes à 20ª Regional de Saúde participaram, na última quinta-feira (05), da 2ª Oficina Regional de Segurança Alimentar e Nutricional, no auditório da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), em Toledo. O evento foi promovido pela Secretaria de Estado do Abastecimento (Seab), o Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (Desan) e o Conselho Regional de Segurança Alimentar e Nutricional (Coresan), com o objetivo de fortalecer a política estadual de segurança alimentar.

Na ocasião, Quatro Pontes esteve representado pela nutricionista Jussara Gheller. A oficina ainda reuniu o chefe do Núcleo Regional da Seab, Rudi Kuns, o presidente do Coresan, Carlinhos Luiz Fornari, a presidente do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea PR), Judite Bartzike, a palestrante da Emater, Jussara Walcowicz, a nutricionista da Prefeitura de Marechal Cândido Rondon, Jaciara Reis Nogueira, a técnica e uma das organizadoras do evento, Neide Cordeiro, entre outros.

Durante o evento, foram pautadas as atualizações em Segurança Alimentar e Nutricional (SAN), principalmente o empoderamento no papel do conselheiro na política de SAN, que envolve várias ações da comunidade, desde produção, transporte, armazenamento, distribuição e o comércio de alimentos, sua presença ou ausência (direito do ser humano de ter uma alimentação adequada e saudável) e o reflexo na saúde da comunidade. Além disso, houve explanação sobre a necessidade de elaboração e implementação do Plano Municipal de SAN, abordando as políticas de SAN executadas pelo município.

CORESAN  

O Coresan tem a finalidade de promover e a proteger o direito humano à alimentação adequada no território regional, que abrange os 20 municípios da Regional de Saúde de Toledo. Os objetivos estão atrelados ao direito humano de acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, com base em práticas alimentares saudáveis, que respeitem a diversidade cultural e que seja social, econômico e ambientalmente sustentáveis, assegurando a soberania alimentar.

Com informações: Assessoria.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.