Religião / Reflexão 30 de maio de 2018 07h47

O Perdão dos Pecados Traz Cura

Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de Seus benefícios. É Ele que perdoa todas as tuas iniquidades e sara todas as tuas enfermidades. Salmos 103:2 e 3.

O Salvador assistia tanto à alma como ao corpo. O evangelho por Ele pregado era uma mensagem de vida espiritual e de restauração física. O libertamento do pecado e a cura da doença estavam ligados entre si. O mesmo ministério é confiado ao médico cristão. Ele deve se unir a Cristo no aliviar tanto as necessidades físicas como as espirituais de seus semelhantes. Cumpre-lhe ser para o enfermo um mensageiro de misericórdia, levando-lhe um remédio ao corpo doente e à alma enferma de pecado. 

Ao ser o pobre paralítico levado à casa onde Jesus estava ensinando, uma multidão compacta aglomerava-se junto à porta, impedindo toda via de acesso ao Salvador. Mas a fé e a esperança já haviam sido acesas no coração do sofredor, e ele propôs aos amigos que o levassem aos fundos da casa, quebrassem o telhado e o descessem à presença de Cristo. A sugestão foi atendida; ao jazer aos pés do poderoso Médico, o enfermo, tudo quanto o homem poderia haver realizado para o seu restabelecimento, já fora feito. Jesus sabia que o enfermo havia sido torturado pela convicção de seus pecados, e que Seu primeiro passo precisava ser o alívio desse fardo. Com um olhar de terna compaixão, o Salvador a ele se dirigiu, não como estranho, nem mesmo amigo, mas a alguém que, mesmo naquela situação, já fora recebido na família de Deus: “Filho, tem bom ânimo; perdoados te são os teus pecados” (Mateus 9:2). 

Muitos sofrem muito mais de enfermidades do espírito, do que de doenças do corpo, e não acharão alívio sem que se acheguem a Cristo, a fonte clã vida. Queixumes e canseiras, solidão e insatisfação findarão, então. Alegrias compensadoras comunicarão vigor à mente e ao corpo, saúde e energia vital. 

Cristo sente hoje as aflições de cada sofredor. … Sabe como dizer: “Sê curado”, e ordena ao sofredor: “Vai… e não peques mais” (João 8:11).

Com informações: Meditação .

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.