Religião / Reflexão 08 de janeiro de 2018 07h52

Não Duvidar

Homem de pequena fé, por que duvidaste? Mateus 14:31.

A vida não é toda ela constituída de gramados agradáveis e refrescantes vertentes. Assaltam-nos provações e desapontamentos; sobrevém a privação; somos levados a situações difíceis. Com a consciência a acusar-nos, raciocinamos que devemos haver andado afastados de Deus, e se houvéssemos andado com Ele, não teríamos sofrido dessa maneira. Dúvida e desalento nos assaltam o coração, e dizemos: o Senhor nos desamparou e estamos sendo maltratados. Por que permitiu Ele que soframos assim? Se não removeu de nosso caminho as dificuldades, é porque não nos ama. …

Nem sempre nos conduz Ele a lugares prazerosos. Se o fizesse, em nossa autossuficiência esqueceríamos que Ele é o nosso auxiliador. Ele anseia por manifestar-Se a nós, e revelar os suprimentos abundantes que estão ao nosso dispor, e consente em que nos sobrevenham provas e desapontamentos para reconhecermos nossa impotência, e aprendamos a Ele recorrer para auxílio. Pode Ele fazer verter da rocha águas refrescantes.

Enquanto não estivermos face a face com Deus, quando veremos como somos vistos e conheceremos como somos conhecidos, nunca saberemos quantos fardos Ele suportou por nós, e quantos mais teria alegremente suportado se, com fé infantil, os houvéssemos levado a Ele. …

O amor de Deus se revela em todo o Seu trato com Seu povo; e com olhos claros, e desanuviados, na adversidade, na enfermidade, no desapontamento e na provação devemos contemplar a luz de Sua glória na face de Cristo e confiar em Sua mão guiadora. Mas, vezes sem conta Lhe entristecemos o coração com nossa incredulidade.

Deus ama Seus filhos, e quer vê-los vencer o desânimo com que Satanás os oprime. Não deis lugar à incredulidade. Não aumenteis as vossas dificuldades. Lembrai-vos do amor e da fortaleza demonstrados por Deus em tempos passados.

Com informações: Meditação .

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.