Mulher vestida de noiva volta a assustar motoristas na BR-277. Aparece e some! - Marechal Online

Trânsito / Laranjeiras do Sul 24 de maio de 2018 13h52

Mulher vestida de noiva volta a assustar motoristas na BR-277. Aparece e some!

Segundo o relato deste motorista, ele ia chegando na ponte quando surgiu a noiva às margens da rodovia dando sinal, pedindo carona...

Um motorista de caminhão que viajava de Paranaguá a Foz do Iguaçu carregando Container afirmou ter visto uma mulher vestida de noiva próximo a cabeceira da Ponte do Rio Tapera, na rodovia BR 277 em Laranjeiras do Sul,

Segundo o relato deste motorista, ele ia chegando na ponte quando surgiu a noiva às margens da rodovia dando sinal, pedindo carona, ele deu sinal para encostar seu caminhão logo após a ponte para dar carona a noiva. Mas ao encostar o caminhão e descer para falar com a "noiva", reparou que a noiva havia sumido... Simplesmente desaparecido.

MOTORISTA ASSUSTADO

Assustado, retornou ao caminhão e seguiu viagem, onde alguns quilômetros a frente parou em um posto de combustível para jantar e comentou sobre o caso com alguns colegas de profissão, sendo informado por um motorista da lenda da Noiva do Tapera.

Segundo reza a lenda, nas proximidades da ponte do Rio Tapera, na BR-277 em Laranjeiras do Sul , existem registros de que uma mulher, vestida de noiva havia sido estuprada e morta no dia do seu casamento anos e anos atrás... e que por anos e anos ela faz aparições para motoristas que por ali trafegam. (Olho Aberto Paraná).

Com informações: Goionews.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.