Trânsito / Paraná 06 de março de 2018 16h30

Ministério dos Transportes confirma que contratos do pedágio não serão renovados

Concessionárias terão mais três anos para administrar as estradas...

Os contratos de pedágio no Paraná não serão renovados. As seis empresas que administram as estradas federais no estado vão ter que entregar as rodovias em 2021. De acordo com o governo federal, a prorrogação dos atuais contratos está descartada. 

A confirmação de que a União vai retomar o controle das rodovias federais em três anos veio por meio de nota da assessoria do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. No texto, o governo confirma que estuda um novo programa de concessões, e que esse plano deverá ser administrado pela União. 

O pedágio no Paraná foi implantado há 20 anos. O estado tem uma das tarifas mais caras do país. 

Na região a Ecocataratas, empresa do Grupo EcoRodovias, administra a BR 277 entre os municípios de Guarapuava e Foz do Iguaçu. 

Na praça de pedágio em Cascavel motoristas de carros pequenos pagam R$ 12,50. O trecho mais caro da BR 277 é na praça de pedágio de São Miguel do Iguaçu, R$ 15,30. 

O Programa de Concessões de Rodovias implementado em novembro de 1997 com a outorga de concessão à iniciativa privada para a exploração de rodovias, mediante a cobrança de pedágio e a prestação de serviços de recuperação, melhoramentos, conservação, manutenção e aumento de capacidade, bem como, prestação de serviços aos usuários de rodovias.

Atualmente estão concedidos à iniciativa privada 2,5 mil quilômetros de rodovias, subdivididas em trechos agrupados em seis lotes: Econorte; Viapar; EcoCataratas; Caminhos doParaná; Rodonorte e Ecovia.

Sobre a preocupação com o tempo para que o novo modelo seja implementado, a União diz que "seguindo o rito que envolve o processo de estruturação de novas concessões, todas as informações relativas aos estudos elaborados serão discutidas com a sociedade. Essa etapa de discussões será realizada por meio de audiências públicas. Em seguida, as propostas serão apresentadas aos órgãos de controle, antes da fase de implementação".

Com informações: Catve.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.