Política / Mundo 08 de março de 2018 11h46

Luta pela igualdade de direitos da mulher não terminou, diz Merkel

Merkel começou o vídeo lembrando que muitas mulheres fizeram sacrifícios e lutaram pela igualdade de gênero...

A chanceler alemã, Angela Merkel, divulgou nesta quinta-feira (8) uma mensagem de vídeo por causa do Dia Internacional da Mulher e lembrou que a luta pela igualdade de direitos não terminou. A informação é da Agência EFE.

"Ainda resta muito por fazer no nosso país com relação aos direitos da mulher e às novas tarefas para os homens, mas sobretudo em outros países", onde a estas "lhes faltam os direitos básicos", afirmou Merkel.

"Por isso é o momento de dizer, a luta pela igualdade de direitos para a mulher continua", acrescentou.

Merkel começou o vídeo lembrando que muitas mulheres fizeram sacrifícios e lutaram pela igualdade de gênero.

Nesse contexto, lembrou que há 100 anos obtiveram o direito ao voto na Alemanha, embora, advertiu, "isso não seja suficiente".

"As mulheres querem assumir responsabilidade em todos os campos; nas empresas, na família, na política", afirmou a chanceler, que apontou que sua nova equipe de Governo, que será investida na próxima semana, será "uma mistura interessante" entre ambos gêneros.

Merkel foi a primeira mulher a chegar à chefia de um dos dois grandes partidos alemães, a União Democrata-Cristã (CDU), e também a primeira a chegar à Chancelaria, em 2005.

Seu primeiro cargo governamental, durante o terceiro governo de Helmut Kohl (1990-1994), foi de ministra da Mulher e da Juventude.

Com informações: Agência Brasil.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.