Cotidiano / Brasil 16 de maio de 2018 15h30

Justiça do PR recusa pedido do Cruzeiro de espaço separado para torcida

Pedido era para partida que acontece hoje (16), contra Atlético Paranaense, em Curitiba...

A 3ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba negou pedido liminar apresentado pelo Cruzeiro Esporte Clube, que requeria a participação de sua torcida ? em espaço separado e com uso das camisas do time ? no jogo que acontecerá nesta quarta-feira, 16 de maio, contra o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, em Curitiba.

A decisão responde a mandado de segurança impetrado pelo time mineiro que sustentou ser ilegal a realização de projeto-piloto proposto pelo Ministério Público do Paraná, em conjunto com a Polícia Militar do Paraná e a Delegacia Móvel de Atendimento a Futebol e Eventos (Demafe), que prevê a realização de jogos sem espaço reservado para a torcida visitante no estádio do Atlético Paranaense.

Na negativa ao pedido liminar, a decisão destacou que "a autoridade apontada como coatora não ordenou a presença de "torcida única", mas propôs a criação de um projeto-piloto ao qual aderiram espontaneamente o Clube Atlético Paranaense e suas torcidas organizadas. Não se vislumbra, portanto, a existência de ordem ilegal ou abuso de poder ? ato coator ? praticado por autoridade pública".

A decisão esclarece ainda que está assegurado ao torcedor de qualquer uma das agremiações a entrada no local da partida, no local indicado em seu ingresso, conforme previsão do Estatuto do Torcedor.

Finalmente, a manifestação judicial lembra que a experiência em teste na capital paranaense "têm ocorrido com frequência em outros estados da Federação, como São Paulo, Rio de Janeiro e até mesmo Minas Gerais, o que desvela, ao menos em sede de cognição sumária, a inexistência de ilegalidade".

Com informações: MP-PR.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.