Cotidiano / Paraná 11 de julho de 2018 16h12

Indústria do PR foi 2ª mais prejudicada com a greve dos caminhoneiros

A queda do Paraná foi de 18,4%, atrás apenas do Mato Grosso, que teve um déficit de 24,1% na produção...

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou nesta quarta-feira (11) o balanço de abril da produção industrial. E o Paraná figura como o segundo estado com maior redução no período da greve dos caminhoneiros.

A queda do Paraná foi de 18,4%, atrás apenas do Mato Grosso, que teve um déficit de 24,1% na produção.

A média nacional foi de 10,9% e 14 dos 15 locais pesquisados mostraram taxas negativas de abril para maio de 2018.

Segundo o IBGE, os recuos mais acentuados foram em Mato Grosso (-24,1%), Paraná (-18,4%), Bahia (-15,0%) e Santa Catarina (-15,0%). São Paulo (-11,4%) e Rio Grande do Sul (-11,0%) também assinalaram perdas mais intensas do que a média da indústria (-10,9%), enquanto Goiás (-10,9%), Minas Gerais (-10,2%), Região Nordeste (-10,0%), Pernambuco (-8,1%), Rio de Janeiro (-7,0%), Ceará (-4,9%), Amazonas (-4,1%) e Espírito Santo (-2,3%) completaram o conjunto de locais com índices negativos em maio de 2018. 

O Pará, com alta de 9,2%, foi o único avanço no mês, eliminando, dessa forma, a queda de 8,5% observada no mês anterior. A publicação completa da pesquisa pode ser acessada aqui.

No comparativo ao mesmo período de 2017, a produção da indústria paranaense também teve queda, a baixa é de 12%.
O recuo no Paraná foi puxado por produtos alimentícios (carnes de aves congeladas, rações, chá mate beneficiado, açúcar VHP e óleo de soja refinado), veículos automotores, reboques e carrocerias (automóveis) e máquinas e equipamentos (máquinas para colheita e tratores agrícolas).

Com informações: Catve / Laís Laíny.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.