Policial / Goioerê 12 de janeiro de 2018 09h19

Homem furta folha de cheque durante trabalho e compra celular

No dia de descontar o cheque, uma grande confusão se formou, pois a mulher que vendeu o celular não sabia do furto...

Uma moradora de Goioerê pôs à venda um telefone celular através de um grupo de vendas na internet, e abriu negociação com uma pessoa moradora de Moreira Sales. Tal pessoa veio a Goioerê e pagou R$ 350,00 pelo aparelho, dando um cheque que preencheu de próprio punho e pré-datou para o dia 10 de janeiro.

No dia do vencimento, houve uma tentativa de se descontar o cheque, mas o banco informou que a assinatura não conferia. De posse do telefone do titular da conta, foi mantido um contato e marcado um encontro, quando se constatou que a pessoa que deu o cheque não era o titular da conta.

Quando a mulher que vendeu o celular apresentou a foto de perfil no Facebook da pessoa que comprou o aparelho, e o titular da conta o reconheceu como sendo a pessoa que pintou a sua casa, em Moreira Sales, concluindo que ele poderia ter furtado a folha de cheque durante o trabalho.

A equipe do Serviço de Inteligência da Polícia Militar de Goioerê foi até Moreira Sales e o localizou, conduzindo-o para a Delegacia de Polícia de Goioerê.

Rafael confessou para os policiais o furto da folha de cheque, bem como a compra fraudulenta do aparelho de telefone celular. Como não foi preso em flagrante, ele foi ouvido e liberado. O pintor afirmou que pretende pagar pelo aparelho comprado com o cheque furtado, que ele já vendeu para outra pessoa. Ele disse que outras folhas de cheques furtadas foram queimadas.

Com informações: GoioNews.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.