Homem fratura a garganta e tem dificuldade de falar após segurar espirro - Marechal Online

Saúde / Mundo 17 de janeiro de 2018 15h00

Homem fratura a garganta e tem dificuldade de falar após segurar espirro

De acordo com o relato, o jovem do Reino Unido colocou a mão na boca e apertou o nariz com a outra, na tentativa de conter um espirro...

Você já deve ter ouvido falar que é perigoso segurar um espirro. O ato pode levar até a surdez, mas foi relatado um caso raro de um homem rompeu a parte de trás da garganta enquanto segurava a vontade de espirrar. O incidente, publicado no periódico British Medical Journal Case Reports, deixou o homem de 34 anos quase sem falar e com dificuldades para engolir.

De acordo com o relato, o jovem do Reino Unido colocou a mão na boca e apertou o nariz com a outra, na tentativa de conter um espirro. Esse movimento fez com que ele fraturasse gravemente a garganta.

Após alguns exames de imagem, os médicos confirmaram a ruptura da parte de trás da garganta, que só é vista em traumas e acidentes. A fratura também já foi reportada em vômitos ou tosse intensa, mas dificilmente após um único espirro.

O acontecimento foi seguido de dores intensas e bolhas de ar passaram a invadir tecidos, levando o jovem à internação. No hospital, ele foi alimentado por tubos e recebeu antibióticos até ser liberado depois de sete dias.

De acordo com os médicos que atenderam o homem, as pessoas precisam parar de segurar o espirro por conta de regras de etiqueta, já que essa atitude pode levar à surdez e até aneurisma.

Com informações: UOL .

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.