Cotidiano / #COPADOMUNDO 14 de maio de 2018 14h29

Depois do Dia das Mães, comércio fica verde e amarelo para o mundial da Rússia

Lojistas apostam no bom desempenho da Seleção e estimam vendas 10% maiores em relação ao evento no Brasil...

As cores da Seleção já ocupam as vitrines de lojas na Sete de Setembro (Foto: Franklin de Freitas)
As cores da Seleção já ocupam as vitrines de lojas na Sete de Setembro (Foto: Franklin de Freitas)

A um mês do início da Copa do Mundo de 2018, que neste não será disputada na Rússia entre 14 de junho e 15 de julho, o comércio já começa a se preparar para lucrar com o entusiasmo dos torcedores aqui em Curitiba. Os tons verde e amarelo já tomam conta de prateleiras de supermercados, lojas de embalagens e festas e shoppings. Há quem aposte em vendas até 10% maiores em relação ao Mundial disputado no Brasil, em 2014, impulsionadas pela paixão do brasileiro pelo futebol. 

Na região do Mercado Municipal de Curitiba, reduto das lojas que comercializam embalagens e itens para festas, as vitrines já estão com as cores da Seleção Canarinho. Praticamente todas as lojas tem no estoque boa parte das mercadorias compradas para a data. Na Sete Festas, por exemplo, o estoque estará completo a partir de amanhã, quando os itens relacionados à comemoração do Dia das Mães, celebrado ontem, cederão espaço aos produtos verde-amarelos.

O sócio-proprietário da loja, Eduardo Afonso Bertel, afirma que o setor espera boas vendas para este ano. “Trabalhamos com uma expectativa de incremento entre 8% e 10%”, afirma. Para isso, a loja irá oferecer itens a partir de R$ 0,90 (chaveirinhos). Segundo Bertel, atualmente os itens mais caros da loja são as bandeiras para carros, vendidas por valores que vão de R$ 45 e R$ 50. 

Nesta semana, outros tipos de comércio também devem começar a incrementrar as vitrines de suas lojas com o verde e amarelo da Seleção. Até porque o clima de Copa começa a se intensificar a partir de hoje, quando o técnico Tite divulga a relação dos convocados para a copa da Rússia.

Vendas aumentam conforme o desempenho da Seleção Brasileira

Segundo o sócio-proprietário da Sete Festas, Eduardo Afonso Bertel, as vendas mais fortes começam alguns dias antes do início da competição e sempre têm picos, conforme a seleção vai avançando na competição. A procura deve ter um bom crescimento a partir do dia 1º de junho e se intensificar na semana que antecede ao início da Copa, a partir de 11 de junho.

Outro setor que espera melhorar as  vendas neste ano é o de televisões. Como em todas as Copas do Mundo, o brasileiro acaba trocando sua Tv por um modelo mais novo,e assim é esperado para este ano, com incremento de até 15% em relação ao ano passado.

Com informações: Bem Paraná.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.