Campanha do Agasalho do MPPR bate recorde de arrecadações em 2018 - Marechal Online

Cotidiano / Paraná 09 de agosto de 2018 14h50

Campanha do Agasalho do MPPR bate recorde de arrecadações em 2018

Foram arrecadadas mais de 18 mil peças de roupa ou cobertores...

Instituições beneficentes de todo o estado receberam o total de 18.159 doações, na maioria peças de roupas e cobertores, arrecadadas nos meses de junho e julho, durante a Campanha do Agasalho do Ministério Público do Paraná. A iniciativa, que está em seu sétimo ano, alcançou recorde de doações, com o aumento de cerca de 6 mil itens entregues, em relação a 2017. Neste ano, a campanha, voltada a membros, servidores e estagiários do MPPR, além de familiares, amigos e todos que quiseram contribuir, também contou com o maior número de comarcas (23) e voluntários (55) participantes.

Dentre os itens entregues, destacam-se roupas masculinas, femininas e infantis, calçados, peças íntimas, toalhas, lençóis, produtos de higiene, além de 700 cobertores novos, 1.827 pares de meias, 770 cuecas e 245 toucas, comprados com dinheiro arrecadado (R$ 17.870,54) entre integrantes da instituição em Curitiba. Na capital, foram doadas 8.587 peças no total, sendo 5.045 arrecadadas e 3.542 itens novos comprados. Nas comarcas do interior, a soma resultou em 9.572 peças distribuídas.

Para a coordenadora estadual da Campanha do Agasalho, a servidora Ines Luft, a iniciativa é muito importante tanto para quem doa quanto para quem recebe. “As pessoas beneficiadas ficam muito felizes, pois as doações aquecem os pés, o corpo e também a alma. Sentem-se acolhidas ao verem que há alguém que se preocupe com elas. Para quem doa, é muito gratificante saber que um agasalho que não é mais usado irá fazer toda a diferença”, afirma Ines. “Todos os anos, faço o possível para bater o meu próprio recorde de roupas e cobertores arrecadados”, completa.

Beneficiados

Na capital, duas instituições foram escolhidas para receber os donativos: a Casa de Acolhida São José, que atende pessoas em situação de rua, e a Cooperativa CataParaná, que assiste famílias de recicladores. Confira as outras instituições beneficiadas em todo o estado:

Almirante Tamandaré: Casa de Passagem Irmã Severina Seraglio

Andirá: famílias em situação de vulnerabilidade atendidas pelo Centro de Referência de Assistência Social

Apucarana: Casa de Misericórdia Resgate de Deus

Assis Chateaubriand: Auxílio Fraterno da Paróquia Nossa Senhora do Carmo

Campo Largo: Abrigo Santa Rita de Cássia e Secretaria de Desenvolvimento Social do Município

Campo Mourão: Albergue Municipal de Campo Mourão

Cascavel: Casa Pop, Recanto da Criança, Centro Pop e Centro da Juventude

Castro: Casa Lar de Castro

Corbélia: Abrigo Anjo da Guarda e famílias atendidas pelo Serviço de Auxílio à Infância e Juventude

Foz do Iguaçu: Associação dos Moradores da Ocupação do Bubas

Guarapuava: Cáritas Socialis

Londrina: Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop)

Marechal Cândido Rondon: famílias em situação de vulnerabilidade atendidas pelo Centro de Referência de Assistência Social

Pérola: Apae

Ponta Grossa: Casa do Idoso Paulo de Tarso, Casa Corina Portugal e Casa Francisclara. Também foram encaminhadas doações para a comarca de Sengés, onde as chuvas deixaram várias famílias desabrigadas

São José dos Pinhais: Patronato Santo Antônio e Lar Mãe Maria

Terra Boa: famílias atendidas pelo Centro de Referência de Assistência Social

Umuarama: Associações Vida e Solidariedade e Jardim Petrópolis

União da Vitória: famílias carentes credenciadas nas Secretarias de Ação Social dos seis Municípios que compõem a comarca.

Também participam as comarcas de Antonina, Cruzeiro do Oeste, Formosa do Oeste e Paranaguá. Em cada cidade, a maioria das doações foi recebida na sede do Ministério Público do Paraná, em caixas com a identificação visual da campanha.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.