Política / Brasil 07 de janeiro de 2019 14h36

Bolsonaro publica nota após morte de PM e pede união do Legislativo, Executivo e Judiciário

O soldado foi baleado na cabeça, na tarde de ontem, na Linha Amarela quando tentou impedir assaltos na via..

O presidente Jair Messias Bolsonaro utilizou as redes sociais na manhã de ontem (06) para publicar uma nota de pesar, após o falecimento do policial militar Daniel Henrique Mariotti. 

O soldado foi baleado na cabeça, na tarde de ontem, na Linha Amarela quando tentou impedir assaltos na via, na altura da Zona Norte do Rio.

Ele chegou a ser socorrido, mas acabou falecendo no Hospital Geral de Bonsucesso.

Na publicação, o Presidente pediu união do Legislativo, Executivo e Judiciário para promover leis para garantir 'que o bem vença o mal'.

Meu pesar à família de mais um PM assassinado no RJ, o soldado Mariotti. A caça aos agentes de segurança e o massacre dos cidadãos de bem sempre foram tratados como números. Legislativo, Executivo e Judiciário juntos, devem na lei, propiciar garantias para que o bem vença o mal", disse Bolsonaro. 

O governador do Rio, Wilson Witzel, também emitiu uma nota de pesar.

"O Rio de Janeiro acaba de perder mais um herói nesta guerra contra os terroristas nas ruas do nosso Estado. Quero manifestar meu mais profundo pesar pelo assassinato do soldado PM Mariotti e minhas condolências à família. Que Deus o abençoe e o receba. Como governador, a morte de um policial é como perder um filho. Vamos investigar este caso com todo o rigor e não vamos parar o combate ao crime até devolvermos a paz ao Estado", diz o texto.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.