Política / Marechal Cândido Rondon 20 de dezembro de 2017 10h54

Aprovada inclusão da Corrida da Reforma no calendário oficial de Marechal Rondon

Com a aprovação na Câmara de Vereadores, o projeto segue para sanção do prefeito Marcio Rauber...

O Poder Legislativo aprovou em definitivo, nesta quarta-feira (20), o projeto de lei 33/2017, de autoria do vereador Nilson Hachmann. O texto trata da inclusão da Corrida Rústica da Reforma no calendário oficial de eventos do município. Com a aprovação na Câmara de Vereadores, o projeto segue para sanção do prefeito Marcio Rauber.

Realizada sempre no mês de outubro, a prova de atletismo nasceu em 2014, dentro da Igreja Evangélica Martin Luther, através do presidente Nilton Leonard. A iniciativa foi apoiada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. A Corrida também recebeu apoio da Associação dos Corredores de Rua de Marechal Cândido Rondon (AcorreRondon) e foi adotada pelas Igrejas Evangélicas de Confissão Luterana do Brasil (IECLB) e Luterana do Brasil (IELB).

Neste ano, a Corrida Rústica da Reforma chegou na terceira edição e fez parte das comemorações dos 500 Anos da Reforma Luterana. A prova teve a participação de 187 atletas, além de outras 50 pessoas que participaram da caminhada e mais 80 crianças que correram a maratoninha.

“Este evento vem crescendo ao longo dos anos, buscando sempre motivar a população rondonense a realizar caminhadas e corridas, contribuindo na melhoria da qualidade de vida de centenas de munícipes. Agradeço ao apoio dos demais vereadores na aprovação desta importante matéria para toda a comunidade de Marechal Cândido Rondon”, declara Nilson Hachmann.

COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários enviados através do formulário são de inteira responsabilidade do autor. O site MarechalOnline.net se reserva no direito de coletar e armazenar informações do autor, tais como: email, macaddress e ip, para possíveis ações de responsabilidade penal - caso necessário. O site MarechalOnline.net se reserva ainda no direito de não publicar comentários com conteúdo inapropriado para o espaço. Os comentários não são editados, e quando publicados vão ao ar da forma original como foram redigidos pelo autor. Ao utilizar este recurso o autor automaticamente concorda com os termos de uso especificados acima.